Novas Chances

EPISÓDIO 04

SOBRE O CAPÍTULO

Otávio (Rodrigo Hilbert) vai atrás de Heloísa (Fernanda Vasconcellos) e Lavínia (Juliana Baroni) ciúma da aproximação dos dois. Fred (Caio Castro) toma uma surpreendente decisão e revela a Alice (Hanna Romanazzi). Heloísa cada vez mais próxima de Marcos (Rafael Calomeni). Será que eles vão se reencontrar?

Megapro                                                                        2020

 

NOVAS CHANCES

CAPÍTULO 04

 

MINISSÉRIE CRIADA E ESCRITA POR

Klewerton Roger e Lucas Oliveira



Personagens deste Capítulo:

ALICE

ANGÉLICA

BÁRBARA

BRUNO

ELIETE

FRED

HELOÍSA

LAVÍNIA

MARCOS

MARTA

OTÁVIO

PRANCHA

ROBERTO

SORAYA

WAGNER 

 

Participação:

EMPREGADA

HOMEM

SECRETÁRIA




CENA 01. MANSÃO PRADO. ESCRITÓRIO. INT. NOITE.

Continuação imediata do capítulo anterior. Roberto à mesa. Lavínia entra.

LAVÍNIA – Licença, Dr. Roberto. Desculpe entrar assim no seu escritório.

ROBERTO – Magina, Lavínia! Eu já tô de saída!

LAVÍNIA – Antes do senhor sair, me diz: Viu o Otávio por aí? Depois do jantar eu não o vi mais e ele não tá no quarto.

ROBERTO – Ele saiu. 

LAVÍNIA – Saiu? Pra onde?

ROBERTO – Passou por mim na sala dizendo que ia na clínica de uma mulher aí. Eu não entendi direito, mas deve ser algo sobre o procedimento estético da Bárbara.

LAVÍNIA – Clínica da Heloísa... Muito bom saber disso! 

Lavínia tenta disfarçar a raiva.

ROBERTO – Era só isso?

LAVÍNIA – Sim, sim. Obrigada!

Lavínia sai. CORTE PARA/

 

CENA 02. QUARTO DE MOTEL. INT. NOITE.

Bruno e Roberto deitados na cama, abraçados.

BRUNO – A minha mãe tá cada vez mais chata! E ela não cansa de insistir pra que eu volte a namorar a Angélica. Um saco!

ROBERTO – Se você quiser, eu posso alugar um apartamento pra você.

BRUNO – Por um lado seria até bom. Eu teria mais sossego e privacidade. Mas é melhor não. Pode dar muito na vista. 

ROBERTO – Isso é verdade.

BRUNO – Se pelo o menos a gente se libertasse e fossemos viver juntos lá...

ROBERTO – Você sabe que não tem como. Não assim, de uma hora pra outra.  Mas eu prometo que vai acontecer um dia. Só precisa de calma pra arar o terreno antes. Cê confia em mim?

BRUNO – Você sabe que sim!

Roberto sorri. Eles se beijam. CORTE PARA/

 

CENA 03. MANSÃO PRADO. QUARTO DE OTÁVIO. INT. NOITE.

Otávio sentado na cama. Lavínia em pé.

LAVÍNIA – (Furiosa) Você acha mesmo que eu sou palhaça?

OTÁVIO – Deixa eu te explicar, Lavínia!

LAVÍNIA – Não tem explicação! Seu pai me falou que você saiu dizendo que ia pra clínica. Tava preocupado com a Heloísa, né? E aí, deu colo pra ela?

OTÁVIO – Não seja patética! Ela passou mal na nossa frente. Eu só fui lá saber como ela estava. Foi um ato de educação.

LAVÍNIA – Olha aqui: Não pense que eu sou do tipo que aceita ser passada pra trás. Se tem uma coisa que eu não admito é perder. Se alguém se meter entre a gente, eu elimino!

OTÁVIO – Não fala bobagem.

LAVÍNIA – Eu nunca falei tão sério nessa minha vida!

Lavínia sai, batendo a porta bruscamente. Otávio dá um murro sobre a cama. CORTE PARA/

 

CENA 04. RIO DE JANEIRO. EXT. NOITE. 

Planos gerais. Transição da NOITE para o DIA. CORTE PARA/ 

 

CENA 05. CASA DE SORAYA. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

Soraya abre a porta. Fred entra.

FRED – Como é que a Alice tá?

SORAYA – Na mesma. E revoltada depois que descobriu que tem a síndrome do pânico. Não quer aceitar. Vai lá no quarto e conversa com ela, por favor.

FRED – Eu preciso mesmo conversar com ela. E uma conversa definitiva!

Fred sai. Em Soraya, pensativa. CORTE PARA/

 

CENA 06. CASA DE SORAYA. QUARTO DE ALICE. INT. DIA. 

Alice deitada na cama. Fred sentado.

ALICE – Que bom que cê veio, amor!

FRED – Alice, eu preciso muito te falar uma coisa.

ALICE – Fala! 

FRED – Alice... Eu sou jovem, tenho uma vida inteira pela frente, e não tem lógica a gente continuar nosso relacionamento. Eu não aguentaria ficar com uma garota quem tem síndrome do pânico, que surta direto, que é inconstante... 

ALICE – Por que você tá dizendo essas coisas, Fred?

FRED – Eu sou jovem, bonito... Cê acha que eu ia passar minha vida inteira cuidando de você? Tendo que ver se seu psicológico tá normal ou abalado antes de iniciar qualquer conversa? Deixar de sair pra os lugares por causa de suas paranoias?

ALICE – Fred, eu amo você. E eu não tô assim por querer. 

FRED – Eu sei que não. Por isso mesmo te desejo tudo de bom, mas tô caindo fora! E além do mais, eu não sou do tipinho playboy. Meus pais tem um monte de dívida e a minha família não é rica nem de longe.

ALICE – Mas isso é o de menos pra mim. Eu não ligo. O que importa é o que eu sinto por você, Fred!

FRED – Isso você pensa agora, né?! Porque eu sei muito bem qual era teus comentários entre suas amigas. Sempre esnobe, mimada, se achando... Se o cara não tivesse grana, você nem olhava. Num era assim?! 

ALICE – Eu não penso mais desse jeito. Tenho vergonha das coisas que eu falei.

FRED – Será mesmo?

Alice abraça Fred fortemente.

ALICE – Não me deixa, Fred! Eu preciso muito de você, meu amor. Fica comigo!

Fred se desvencilha e levanta. 

FRED – (Firme) Sinto muito, mas... Acabou! Seja feliz, Alice! Pelo o menos tente! 

Fred sai. Alice começa a chorar descontroladamente. Nela, aos prantos. CORTE PARA/

 

CENA 07. CASA DE ELIETE. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

Eliete e Prancha ao canto.

ELIETE – Desce, toma conta do salão que mais tarde eu venho. Eu prometi pro Wagner ir com ele pra praia. E depois eu vou na casa da Bárbara pra fazer o cabelo dela. 

PRANCHA – Conta logo, amiga! Então, rolou ou não rolou com o Wagner?

Wagner vem de dentro segurando uma prancha de surf.

WAGNER – Pô, esqueci o protetor solar, brother! 

Wagner coloca a prancha em um canto e sai.

ELIETE – Olha só o jeito dele, bi! Só de olhar ele rastejando esses pés com os chinelos pelo chão, andando com essa marra, esse jeito de falar... Ai, eu fico louca!

PRANCHA – Realmente, amiga. É um homão! Então rolou, né?

ELIETE – Rolou, sim. E foi maravilhoso! A gente fez debaixo do chuveiro. Foi demais! 

PRANCHA – E você vai ficar com ele? Não esquece que ele te trocou pra ficar com outra. 

ELIETE – Eu sei. Mas eu resolvi dar uma nova chance. Não vou retrair minhas vontades só por orgulho. Eu ainda gosto dele, ele mexe comigo e me quer também. Nada melhor do que unir o útil ao agradável. 

Wagner vem de dentro. 

WAGNER – Vamo, Eliete? Não vejo a hora de pegar onda de novo, mano! 

ELIETE – Toma conta de tudo lá no salão, hein?!

PRANCHA – Pode deixar, amiga!

Wagner e Eliete saem. Em Prancha, sorrindo. CORTE PARA/ 

 

CENA 08. CASA DE SORAYA. QUARTO DE ALICE. INT. DIA. 

Alice deitada. Soraya em pé.

ALICE – (Chorando) Ele veio aqui só pra terminar comigo, mãe. Será que eu sou tão insuportável assim? 

SORAYA – Um pouco.

ALICE – Hã?

SORAYA – Quer dizer... Ele tá no direito dele, filha! Ninguém é obrigado a ficar com ninguém. E vai se acostumando, porque você ainda tá nova e certamente esse tá longe de ser o último pé na bunda que você vai levar. 

ALICE – Eu gosto tanto dele.

SORAYA – Pode demorar, mas se supera. O que você tem que focar é no seu tratamento, Alice. Ânimo! 

ALICE – Tá. Eu aceito me tratar!

SORAYA – Já era tempo.

ALICE – Mas só se for fora do Brasil. Com os melhores psicólogos, psiquiatras e tudo que eu tenho de direito. Eu não quero ficar mais nenhum minuto nesse país meia boca. Não quero correr o risco de me apaixonar novamente por algum classe média. E aí, a senhora vai comigo?

Em Soraya, visivelmente surpresa. CORTE PARA/

 

CENA 09. CLÍNICA REJUVENCE. SALA DE HELOÍSA. INT. DIA. 

Heloísa abre a porta. Otávio entra. 

OTÁVIO – Bom dia!

HELOÍSA – Bom dia! Eu quase disse pra secretária mandar você embora. Te pedi pra não me procurar mais. 

Heloísa fecha a porta. 

OTÁVIO – Não gostou de me ver?

HELOÍSA – Depende do que você veio fazer aqui...

OTÁVIO – Podemos conversar no jardim?

HELOÍSA – Se for rápido, sim!

Otávio sorri. CORTE PARA/

 

CENA 10. AGÊNCIA TOP MODEL. SALA DE ROBERTO. INT. DIA.

Roberto à mesa. Soraya em frente. Angélica ao canto.

ANGÉLICA – Você vai viajar pro exterior com a Alice?

ROBERTO – Tem certeza disso, minha irmã?

SORAYA – Só assim ela animou se tratar. A gente fica por lá o tempo que for necessário. A Alice tá tão tristinha... Vai ser melhor!

ANGÉLICA – Mãe, eu tenho meu trabalho aqui na agência. Lanço minha nova coleção dentro de dois dias. Não vai dar pra eu ir, não!

SORAYA – E quem te chamou?

ROBERTO – Bom, se é pelo bem da minha sobrinha, eu te desejo boa viagem!

SORAYA – Obrigada, Roberto! Eu passei mesmo só pra me despedi. Vou comprar as passagens e amanhã mesmo viajaremos. 

ANGÉLICA – Quando chegar lá, manda mensagem.

SORAYA – Pode deixar, filha. E se cuida!

Soraya abraça Roberto. Em seguida ela beija Angélica e sai.  CORTE PARA/ 

 

CENA 11. CLÍNICA REJUVENCE. JARDIM. EXT. DIA. 

Heloísa e Otávio caminham lado a lado.

HELOÍSA – Qual o motivo dessa conversa, Otávio?

OTÁVIO – Eu quero que você me dê uma chance, Heloísa! Uma chance para gente...

HELOÍSA – Você tem namorada.

OTÁVIO – Eu termino tudo com ela! Se você me der essa chance, eu faço isso hoje mesmo. 

HELOÍSA – Otávio, eu já te falei que eu sofri muito com um antigo amor.

OTÁVIO – Sofreu como? Ele te traiu? Eu posso te garantir que eu não sou assim!

HELOÍSA – Ele me roubou! Ele me seduziu, jogou charme, me levou pra cama, fez juras de amor e no final fugiu com meu dinheiro.

OTÁVIO – (Comovido) Nossa!

HELOÍSA – Isso me doeu muito e me fechou. Aquele canalha me dizia coisas bonitas, era cavalheiro, elegante... 

OTÁVIO – Se você quiser eu te ajudo a encontrar esse cara.

HELOÍSA – Parece até irônico, mas ele é justamente o seu... Deixa pra lá!

 

OTÁVIO – Meu o quê?

HELOÍSA – (Disfarça) É... Você diz coisas bonitas e parecidas com as dele.  O fato é que eu não tô pronta pra amar de novo. Eu tô traumatizada com o que aconteceu.

OTÁVIO – Pois você acaba de ganhar um aliado! Eu me comprometo a te ajudar a encontrar esse canalha. Ele merece pagar por ter machucado tanto uma mulher como você. 

HELOÍSA – (Sorri) Desse jeito eu fico até sem graça. 

OTÁVIO – Cê fica ainda mais linda quando sorrir. Eu tenho certeza que eu posso fazer você superar esse trauma. Só me deixa tentar, por favor!

Otávio se aproxima de Heloísa. Eles vão chegando cada vez mais perto um do outro. Respiração ofegante de ambos. Otávio beija Heloísa.

Lavínia vem chegando e vê o dois juntos. 

LAVÍNIA – (Espantada) Que pouca vergonha é essa aqui? Isso é uma clínica ou barraca do beijo?

Reação de Otávio e Heloísa. CORTE PARA/

 

CENA 12. PRAIA. EXT. DIA. 

Eliete sentada na areia chupando um picolé. Ela observa Wagner surfando no mar e acena pra ele.

ELIETE – Que homem, meu Deus! Espetáculo!

Nela, radiante. CORTE PARA/

 

CENA 13. CLÍNICA REJUVENCE. JARDIM. EXT. DIA. 

Otávio se aproxima de Lavínia. Heloísa se afasta. 

OTÁVIO – Lavínia, o que você tá fazendo aqui?

LAVÍNIA – Assim que você saiu, eu vim atrás! Agora eu já sei o motivo de suas visitas a essa clínica. O que você tava fazendo aos beijos com essa mulher?

HELOÍSA – Olha, melhor entrar e conversarmos lá dentro. 

LAVÍNIA – A clínica já é não é das melhoras. Agora vejo também que a cirurgiã não passa de uma piranha!

HELOÍSA – Eu exijo respeito! Você tá na minha clínica e a banda toca conforme a minha música aqui.

LAVÍNIA – Essas são as piores mesmo. As que aparece com essa cara de sonsa e depois toma o que é dos outros!

OTÁVIO – Lavínia, pára! Eu não sou seu! Foi eu quem beijei ela!

LAVÍNIA – Se você a beijou é por que ela consentiu. Eu bem conheço o tipo de mulher que ela é. Santinha na frente, mas depois mostra as garras!

HELOÍSA – (Respira fundo) Otávio, tira essa mulher daqui antes que eu perca minha compostura.

OTÁVIO – Vem, Lavínia! A gente conversa em casa! 

Lavínia se aproxima de Heloísa.

LAVÍNIA – (Sangue nos olhos) Encosta no meu homem de novo pra você ver o que te acontece. Quer uma amostra?

Lavínia emburra Heloísa, que cai no chão. 

Heloísa – (Segura a barriga) Ai!

Otávio corre e levanta Heloísa. 

OTÁVIO – Tá vendo o que você fez?

LAVÍNIA – (Irônica) Eu fiz? Ela se desequilibrou e caiu, amor. 

OTÁVIO – Você empurrou ela, sua doida!

HELOÍSA – (Pálida) Parem de brigar e me ajuda! Eu tô grávida!

OTÁVIO – (Surpreso) Grávida?

LAVÍNIA – Tá vendo? Essa mulherzinha mal te conheceu e já tá grávida. Viu só o tipo com quem você tá se metendo, Otávio?

HELOÍSA – (Aflita) Otávio, me ajuda! Me leva pro hospital agora!

OTÁVIO – Vem comigo!

Otávio pega Heloísa no colo.

LAVÍNIA – Otávio, coloca essa mulher no chão AGORA!

OTÁVIO – (Grita) CALA A BOCA, LAVÍNIA! Vai pra casa que lá a gente conversa!

Otávio sai carregando Heloísa. Lavínia esperneia, visivelmente irada. CORTE PARA/

 

CENA 14. HOSPITAL. QUARTO 123. INT. DIA. 

Heloísa deitada na cama. Otávio a segura pelas mãos. 

OTÁVIO – Ainda bem que não aconteceu nada com seu bebê. O médico examinou e não houve nada. Foi só um susto!

HELOÍSA – Aquela sua namorada é louca! 

OTÁVIO – Eu vou ter uma conversa séria com a Lavínia. 

HELOÍSA – Ela poderia ter machucado o meu filho.  

OTÁVIO – Falando nisso... Por que não me disse que você tava grávida?

HELOÍSA – Justamente por ser filho do canalha que me enganou. Além de tudo que ele fez comigo, ainda me deixou grávida. Consegue entender minha raiva? 

OTÁVIO – Você é muito guerreira! Como eu te disse: Vou te ajudar a encontrar esse miserável! A cada dia eu me orgulho mais de você, sabia?!

Heloísa sorri. Eles se abraçam. CORTE PARA/ 

 

CENA 15. MANSÃO PRADO. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

Empregada abre a porta. Eliete entra.

ELIETE – Boa tarde! Eu sou a cabelereira da Dona Bárbara. Marcamos um horário pra hoje. Ela está?

EMPREGADA – Sim. Ela tá esperando você. Eu te levo até o quarto dela. 

ELIETE – Obrigada!

Eliete e a empregada sobem a escada. CORTE PARA/

 

CENA 16. RIO DE JANEIRO. EXT. DIA. 

PANORAMA da grande metrópole. Transição do DIA para a NOITE. CORTE PARA/

 

CENA 17. MANSÃO PRADO. QUARTO DE OTÁVIO. INT. DIA.

Otávio e Lavínia frente a frente. 

LAVÍNIA – Nem ouse começar a defender aquela mulher. 

OTÁVIO – Lavínia, será que você não pensou que a Heloísa podia ter perdido o filho com aquele empurrão?

LAVÍNIA – Que pena que isso não aconteceu. Agora é esperar ele nascer e chamar o velho do saco pra carrega-lo.

OTÁVIO – Como é que você tem coragem de agir dessa forma e falar essas coisas? Vale tudo pra que eu fique do seu lado, é isso?

LAVÍNIA – Quando a gente ama de verdade, não existe limites!

OTÁVIO – Eu acho que isso não é amor, Lavínia. Eu não tô te reconhecendo mais. 

LAVÍNIA – Se afasta daquela mulherzinha e tudo volta a ser como antes, meu amor. 

Lavínia se aproxima de Otávio. Ele se afastada.

OTÁVIO – (Ríspido) Não toca em mim! 

LAVÍNIA – Você tá preferindo ela?

OTÁVIO – Quando ela me der uma resposta, eu te respondo essa pergunta também!

LAVÍNIA – Otávio, você não pode fazer isso comigo. 

OTÁVIO – Vamos nos poupar dessa cena patética. Pega tuas coisas e vai embora, Lavínia!

LAVÍNIA – (Abalada) Não! Não faz isso! 

OTÁVIO – Já fiz! Não tem como continuar com uma mulher que faz e pensa em coisas totalmente inaceitáveis. Segue teu caminho e me esquece!

Otávio sai.

LAVÍNIA – (Segurando o choro) Isso não vai ficar assim! Se você não ficar comigo, também não fica com ela!

Em Lavínia, com sangue nos olhos. CORTE PARA/

 

CENA 18. CORREDOR. INT. DIA.

Otávio vem andando. Marcos sai do quarto.

MARCOS – A briga tava feia, hein. Deu pra ouvi quase tudo daqui.

OTÁVIO – Eu mandei a Lavínia embora. Terminei tudo com ela.

MARCOS – Cara, como você tem coragem de dispensar uma gata dessas?

OTÁVIO – Conheci uma muito melhor. Bonita por fora e por dentro também.

MARCOS – Ah, essa eu não sabia. Conta tudo, vai!

OTÁVIO – Se ela aceitar namorar comigo, eu apresento ela a vocês. Agora eu preciso ir!

Otávio sai. 

MARCOS – (Pra si mesmo) Quem diria! Pela primeira vez meu irmão agiu feito homem!

Em Marcos, sorridente. CORTE PARA/

 

CENA 19. APARTAMENTO DE HELOÍSA. SALA DE ESTAR. INT. NOITE.

Heloísa abre a porta. Otávio entra.

HELOÍSA – Eu já tava indo dormir quando vi tua mensagem dizendo que vinha pra cá.

Heloísa fecha a porta.

OTÁVIO – Desculpa, mas eu precisava falar com você ainda hoje.

HELOÍSA – O que aconteceu?

OTÁVIO – Eu terminei tudo com a Lavínia! Agora eu não sou mais um homem comprometido. 

HELOÍSA – Sério?

OTÁVIO – Ela vai embora lá de casa e tudo.

Otávio se aproxima de Heloísa.

OTÁVIO – Será que agora eu ganho minha chance?

HELOÍSA – Eu não sei...

OTÁVIO – Tá escrito nos teus olhos que você também quer. Me dar essa oportunidade pra eu provar que sou diferente. Que tudo que eu sinto por você é verdadeiro. 

Neles, se olhando fixamente. CORTE PARA/

 

CENA 20. MANSÃO PRADO. SALA DE ESTAR. INT. NOITE. 

Lavínia desce a escada segurando uma mala. Roberto e Bárbara ao canto.

LAVÍNIA – Eu agraço a estadia. Vocês são muito legais!

BÁRBARA – Mas acabou assim, do nada?

LAVÍNIA – Acho que seu filho se encantou por outra, Dona Bárbara.

ROBERTO – Isso é surpreendente. O Otávio nunca foi de agir por impulso.

LAVÍNIA – Sempre tem a primeira vez.

BÁRBARA – Mas quem é essa outra mulher?

LAVÍNIA – Quem sabe ele ainda não apresente a vocês?!

BÁRBARA – Eu te levo até o carro. Vou mandar o motorista te levar até o hotel.

LAVÍNIA – Obrigada!

Lavínia sai. Bárbara a segue. Em Roberto, pensativo. CORTE PARA/

 

CENA 21. APARTAMENTO DE HELOÍSA. SALA DE ESTAR. INT. NOITE.

Heloísa e Otávio frente a frente. 

OTÁVIO – Responde, Heloísa! Eu só quero uma chance. Uma só. 

HELOÍSA – Eu confesso que você também mexeu comigo, sim. Eu também não sei se é o mais racional a fazer. Mas é o que meu coração tá pedindo. E ele tá aqui pulando e dizendo sim pra você, Otávio. Siiiiiiimm!

Otávio abre um largo sorriso. Heloísa abraça Otávio.

HELOÍSA – Eu não sei o motivo. Eu só sei que eu me sinto tão bem perto de você, Otávio. Você me faz tão bem. E me faz sentir uma coisa que nunca senti antes. Só sei que é bom. É muito bom!

Otávio acaricia os cabelos de Heloísa e vai envolvendo-a. Ele a beija suavemente. Ela se entrega totalmente. Os dois caem sobre o sofá. CORTE PARA/

 

CENA 21. RIO DE JANEIRO. EXT. NOITE.

Planos gerais de diferentes pontos turísticos. Transição da NOITE para o DIA. CORTE PARA/

 

CENA 22. APARTAMENTO DE HELOÍSA. QUARTO DE HELOÍSA. INT. DIA. 

Heloísa e Otávio deitados na cama. Ela sobre o peito dele.

HELOÍSA – (Sorrindo) Foi a noite mais feliz da minha vida!

OTÁVIO – Foi muito melhor do que eu pensava.

HELOÍSA – Parece que a gente se conhecia há anos.

OTÁVIO – Agora que a gente tá junto, queria te fazer um convite.

HELOÍSA – Que convite?

OTÁVIO – Hoje vai ter um desfile na agência do meu pai. O desfile vai ser da minha prima Angélica. Eu queria que você fosse comigo e te apresentar como minha mais nova namorada!

HELOÍSA – Eu não sei se é uma boa ideia.

OTÁVIO – Se a gente vai ficar junto, não tem motivo pra você se esconder da minha família. E essa vai ser uma excelente oportunidade já que, minha mãe, meu pai e meu irmão, vão estar lá. 

HELOÍSA – É. Talvez seja a melhor oportunidade mesmo.

Em Heloísa, pensativa. CORTE PARA/

 

CENA 23. SALÃO DE ELIETE. INT. DIA. 

Eliete e Prancha arrumando algumas coisas por ali. Um homem entra.

HOMEM – Bom dia! Aqui faz barba?

Eliete encara para os pés do homem, que está de tênis. 

PRANCHA – Não, querido! Mas ali perto tem uma barbearia. É sós seguir em frente. 

HOMEM – Valeu! 

O homem sai. 

ELIETE – Aff! Esse tava de tênis. Nem dava pra ver como era os pés dele.

PRANCHA – Amiga, se controla! Basta um homem entrar aqui e você já fixa o olho lá embaixo parecendo uma cobra prestes a dar o bote.

ELIETE – É curiosidade, bi! Eu sou podólatra mesmo e daí?! Pra mim, depois do rosto, o que mais interessa num homem é os pés dele. Se forem bonitos, é claro. Ainda bem que o do Wagner é o mais perfeito que eu já vi. Aliás, meu homem é todo bom! Não troco por nada nesse mundo. Só de lembrar, eu me arrepio!

PRANCHA – Mas como tu é assanhada, mulher! 

Eles gargalham. CORTE PARA/ 

 

CENA 24. RIO DE JANEIRO. EXT. DIA. 

PANORAMA da grande metrópole. Transição do DIA para a NOITE. CORTE PARA/

 

CENA 25. AGÊNCIA TOP MODEL. SALÃO DE FESTAS. INT. NOITE. 

Local cheio. Grande movimentação. Angélica cercada de jornalistas e fotógrafos. 

Heloísa e Otávio caminham por ali.

HELOÍSA – (Olhando em volta) Bonito aqui.

OTÁVIO – E um dia será meu. O Marcos não liga muito pros negócios do meu pai. Já eu sempre quis ficar por dentro de tudo, desde pequeno. 

Vemos Roberto e Bárbara do outro lado. 

OTÁVIO – Olha meus pais ali! Vamos lá, amor!

Otávio e Heloísa se aproximam deles. 

BÁRBARA – Filho!

OTÁVIO – Mãe, pai... Essa é a Heloísa campos; Minha nova namorada!

Bárbara e Roberto se entreolham. 

HELOÍSA – (Estende a mão) Muito prazer!

ROBERTO – O prazer é meu!

BÁRBARA – Você não é a cirurgiã que passou mal aquele dia?

HELOÍSA – Eu mesma. Mas já estou bem melhor. E a senhora, ainda quer fazer o procedimento estético?

BÁRBARA – Eu acho que desisti. 

OTÁVIO – E aí, o que acharam da Heloísa? 

ROBERTO – Achei muito linda.

BÁRBARA – Eu confesso que não esperava.

ROBERTO – Bom, eu vou ter que ir ali resolver algumas coisas do desfile. Com licença!

Roberto sai.

OTÁVIO – Cadê o Marcos, mãe? Não veio?

BÁRBARA – Veio sim. Foi ao banheiro.

HELOÍSA – Amor, acho que também vou ao toalete. Tô muito apertada!

BÁRBARA – (Aponta) É logo ali, querida. 

HELOÍSA – Obrigada!

Heloísa sai. CORTE RÁPIDO PARA/ 

 

CENA 26. AGÊNCIA TOP MODEL. CORREDOR. INT. NOITE.

Heloísa repara na placa dos dois banheiros. Ela olha em volta e entra no banheiro masculino disfarçadamente. CORTE PARA/ 

 

CENA 27. AGÊNCIA TOP MODEL. SALÃO DE FESTAS. INT. NOITE. 

Otávio circulando por ali. Lavínia se aproxima dele. 

LAVÍNIA – Ué, veio sozinho? Cadê a gravidinha?

OTÁVIO – Lavínia, o que você veio fazer aqui?

LAVÍNIA – Fui convidada pelo seu pai. Você me despachou, mas a simpatia que eu conquistei em seus pais continua viva.

OTÁVIO – Pois então aproveita o desfile e ver se não faz nenhum escândalo! 

LAVÍNIA – Eu não vou fazer nada. Sua nova namoradinha é quem deve tá fazendo alguma coisa. Por que ela não tá aqui com você?

OTÁVIO – A Heloísa tá no banheiro. 

LAVÍNIA – Ah entendi. Cuidado pra não bater a cabeça por aí.

OTÁVIO – Tô sem saco nenhum pro seu sarcasmo! 

Otávio sai. Em Lavínia, sorrindo maliciosamente. CORTE PARA/

 

CENA 28. AGÊNCIA TOP MODEL. CAMARIM. INT. NOITE. 

Bruno se vestindo. Roberto entra. 

ROBERTO – Ual! Você tá incrível, meu amor!

BRUNO – Tô muito nervoso, Beto! 

ROBERTO – Você tá perfeito! Essa coleção da Angélica vai ser um sucesso!

BRUNO – Me deseja boa sorte?

ROBERTO – Não só isso. 

Roberto beija Bruno. Marta invade e vê os dois. 

MARTA – (Grita) AAAAAAAH!

Reação de Roberto e Bruno.

BRUNO – (Paralisado) Mãe?

MARTA – (Espantada) Não! Eu não acredito no que eu tô vendo! 

Na expressão horrorizada de Marta. CORTE PARA/

 

CENA 29. AGÊNCIA TOP MODEL. BANHEIRO MASCULINO. INT. NOITE.

Heloísa se maquia em frente ao espelho. Marcos sai de um dos mictórios fechando a calça. Ele vai se aproximando da pia. Heloísa se vira.

HELOÍSA – Tá lembrado de mim, amor? Cuidado pros pingos não sujar tua calça, hein?!

Reação espantosa de Marcos.

MARCOS – Heloísa, o que você tá fazendo aqui?

HELOÍSA – Eu num disse que tava chegando?!

Marcos em choque, perplexo. Clima tenso.  CORTE PARA/ 

 

FIM DO CAPÍTULO!