!
Nosso site está em sua versão beta, em poucos dias poderá usufruir dele 100% completo! Fique Ligado!!!
PERFIL FAKE

Perfil Fake: O retrato de uma sociedade em colapso

22/06/2018 21:35

Confira o texto de opinião sobre a minissérie recém-encerrada


Seria isso Perfil Fake, obra de Rynaldo Nascimento, que foi encerrada semana passada pelo MEGAPRO?

Com uma trama moderníssima, Rynaldo Nascimento voltou à cena depois da exitosa e sombria Inimigo íntimo, considerada a melhor obra do ano de 2017. A recém terminada minissérie das 22h acompanhava a trajetória de um predador sexual, pedófilo, para enredar suas vítimas. Mário, o tal predador, era considerado por todos um homem de boa índole, honesto, um exemplo de ser humano... Só capa! Porém, não vamos nos prolongar quanto a trama principal, mas aos temas sociais embutidos no enredo.

Além da abordagem sobre pedofilia, Perfil Fake retratou a polarização política que assola nosso país, falso moralismo, alienação parental, clube do carimbo, o comércio da fé, homofobia, prostituição virtual, violência doméstica, violência urbana, organizações secretas e muito mais. Tudo isso de forma inteligente, bem trabalhada e desenvolvida, em consonância com o desenrolar do novelo, sem resvalar no didatismo ou no papo cabeça, o que poderia tornar a história pouco palatável ao público. Aqui, os temas servem a obra e não ao contrário.

Para leigos e não leitores da obra, o título do enredo poderia remeter apenas a uma trama envolvendo fake, ledo engano. O perfil fake do título não era um falso perfil de redes sociais, notícias fakes. Na verdade, o título é muito mais abrangente e trata-se de uma crítica quanto as máscaras sociais que todos nós usamos, a nossa hipocrisia e a falsa impressão de normalidade que insistimos em mostrar perante a sociedade. Afinal, sempre queremos fingir que temos a vida perfeita, que não enfrentamos problemas ou que temos problemas, crises familiares... Em miúdas palavras, TODOS nós somos fakes em algum momento da vida, temos nossas máscaras sociais que usamos quando nos convêm. Profundo, não? Um verdadeiro tapa em nossa cara!

Rynaldo Nascimento nos presenteou com uma obra prima de encher os olhos, o gosto pela leitura e nossa mente, incitando-nos ao debate, a reflexão e a elaboração de críticas aos temas abordados. Talvez, Perfil Fake seja a obra mais importante que já passou pelo MV, pois ela conseguiu ir muito além do mero entretenimento devido ao seu cunho social.

A minissérie tem um teor crítico tão forte e inteligente que chego a compará-la ao filme Beleza Americana (1999), estrelado por Kevin Spacey, que fazia uma crítica –principalmente- ao estilo de vida americano. Vale muito a pena conferir, tanto o filme quanto a minissérie.


Texto de: Marina Salles (Colunista da /Atenta)