16

SÉRIES

A ROTINA DE AMAR

1 TEMPORADA

COMPLETO


Após anos, duas mulheres se reencontram, Sandra bem-sucedida e Isadora fracassada. A ambição que Isadora possui, provocará atitudes irreparáveis e a amizade que um dia já foi verdadeira, se tornará um fardo a ser carregado.

Wellyngton Vianna
AUTOR

20. VIGÉSIMO EPISÓDIO

A NOITE DE UM DIA RUIM

Após o rápido beijo que deu início ao romance entre Renata e Eduardo, eles sorriem de mãos dadas. Eduardo mesmo deitado no leito do Hospital, demonstra estar feliz com o acontecimento:

Eduardo – Ainda não acredito!

Renata – Eu também não!

Eles sorriem mais uma vez:

Eduardo – É isso mesmo?

Renata confirma que sim fazendo sinal com a cabeça. Bruna entra no quarto. Eduardo vira o rosto pro outro lado do quarto. Renata percebe:

Renata – Eduardo!

Eduardo – Pede pra ela sair por favor!

Renata – Não!

Eduardo olha pra Renata:

Renata – Eu sei o que aconteceu, nós nos conhecemos e ela me contou tudo. Ela está arrependida.

Eduardo – Hum, de novo né?

Bruna – Eu só quero seu perdão, não vou mais atrapalhar sua vida!

Eduardo olha pra Bruna:
Bruna diz emocionada:

Bruna – Eu descobri que... o que eu sinto por você, é uma admiração muito grande Eduardo, mas eu não como demonstrar isso. Você é perfeito!

Bruna olha pra Renata:

Bruna – Ele é perfeito Renata! É tão perfeito que acabo não o merecendo!

Eduardo ouve com atenção as palavras de Bruna:

Bruna – Você merece alguém que te de valor.

Bruna tira da bolsa, a caixinha com o anel de noivado que ele avia lhe entregado. Ela entrega nas mãos dele:

Bruna – Me perdoe por tudo! Eu desejo que você seja muito feliz.

Eduardo – Me desculpa...

Bruna interrompe:

Bruna – Não! Você não vai em pedir desculpas.... Você é maravilhoso! Durante esse tempo em que ficamos juntos, eu só te fiz sofrer e agora você quer me pedir desculpas? Não Eduardo, eu é quem te devo rodas as desculpas!

Uma lágrima escorre pelo rosto de Eduardo:

Bruna – Eu... vou me mudar! Vou pra casa dos meus pais em Portugal! Você me perdoa?

Eduardo sinaliza sim cm a cabeça, emocionado:

Bruna – Obrigada!

Bruna olha pra Eduardo:

Bruna – Tchau! Tchau, Edu.

Eduardo – Tchau.

Bruna sai do quarto e Eduardo olha pra Renata, pensativo.

Sandra continua na lanchonete do Hospital, ela fala com José Carlos ao telefone, ele caminha por um dos corredores do Hospital:

José Carlos – Isso foi bom?

Sandra – Claro, estava morrendo de saudades dela! Contei tudo sobre a Isadora, sobre o que aconteceu.... Ela vai me ajudar.

José Carlos – E a Renata viu as fotos?

Sandra – Sim! As recebi no momento em que conversava com ela. Eu estou tão feliz Zé! Finalmente vou colocar aquela bandida na cadeia!

José Carlos – Essas fotos ... realmente a colocam numa situação muito difícil!

Sandra – Preciso arranjar uma maneira eficaz de usá-las!

José Carlos – Tem meu total apoio amor! Agora vou visitar mais um paciente, depois nos falamos tá?

Sandra – Está certo querido. Beijos.

Sandra encerra a ligação e ao virar-se, dá de frente com Renata:

Sandra – Oi! E aí? Como ele está?

Renata – Está bem graças a Deus!

Renata sorri:

Sandra – O que foi?

Renata – Você não vai acreditar no que aconteceu!

Sandra – O que houve?

Renata – Nos beijamos.

Sandra – O que? Eu achei que aquela moça era a namorada dele.

Renata – Bom, era mesmo. Eles terminaram, ele a encontrou com outro numa boate.

Sandra – Jesus!

Renata – Ele é um doce...

Sandra – Tem certeza filha! Depois do Danilo eu tenho medo desses seus relacionamentos.

Renata – Não, por favor não vamos falar do Danilo. Quero saber qual vai ser o plano pra acabarmos com a Isadora.

Sandra – Confesso que ainda não sei.

Renata fica pensativa:

Renata – Já sei. Acho que tive uma ideia espetacular.

Anoitece. Em Curitiba, Gustavo guarda o carro na garagem e caminha em direção a casa, ele entra e se depara com total silencio, não há ninguém na sala de estar:

Gustavo – Oi amor!

Ao se aproximar do sofá, ele encontra sobre o mesmo, o seu pen drive. Gustavo fica surpreso ao ver o aparelho ali no meio da sala e logo o coloca no bolso da calça, neste momento Sofia surge vindo da cozinha:

Sofia – É seu é?

Desconsertado, ele tenta contornar a situação:

Gustavo – O que?

Sofia – O pen drive que estava aí em cima do sofá. Você acabou de colocar no bolso.

Gustavo – Eu não peguei pen drive nenhum.

Sofia – Por favor Gustavo, chega de mentiras.... Já basta! Foram quase dois anos de farsa. Quase dois anos de casados graças a quem? A Isadora! Aquela prostituta que acabou com a vida do meu Pai!

Gustavo – Amor, eu não sei...

Sofia interrompe gritando:

Sofia – Amor uma ova! Não me chama mais de amor! Você é uma mentira! Uma farsa, você não passa de um flerte estendido que deu certo, pra você, pra mim não. Eu quero saber Gustavo, o que esse pen drive estava fazendo no nosso guarda roupa, cheio de fotos imundas da Isadora, TRANSANDO... com o Marcelo, o bandido que sequestrou a dona Sandra lá no Guarujá! Você conhece ele? Você tem tanta intimidade assim com a Isadora?

Sofia grita irritada e nervosa:

Sofia - O que você tem a ver com essa merda Gustavo?

Gustavo fica sério e calado:

Sofia – Fala seu filho da mãe!

Sofia parte pra cima dele e ele segura os braços dela com força:

Sofia – Você é cúmplice dela! Você sabia de tudo!

Amanda chega na sala e fica apavorada com a briga:

Amanda – Sofia, para Sofia! Deixa ele!

Após muito relutar com Sofia, Gustavo a empurra com força. Sofia bate a cabeça na ponta de um móvel e desmaia:

Amanda – Ai! Meu Deus! Sofia!

Já chorando, Amanda tenta acordar a irmã:

Amanda – Sofia! Sofia!

Ela olha pra Gustavo com indignação, pega um vaso que estava em cima do móvel onde Sofia bateu a cabeça e atira contra ele:

Amanda – seu desgraçado! Miserável!

Gustavo se aproxima dela e com toda força lhe dá um soco no rosto. Amanda cai no chão com a boca sangrando:

Gustavo – Suas trouxas!

Gustavo corre pro quarto de Sofia, abre o cofre atrás do quadro no centro da parede, pega algumas joias e outras coisas de valor:

Volta Rapidamente e só encontra Sofia desmaiada no chão. Ele olha em volta procurando por Amanda e ao virar-se dá de frente com ela:

Amanda – Aqui! Filho da mãe!

Amanda está com uma faca na mão, com ódio, ela esfaqueia o abdome de Gustavo várias vezes dizendo:

Amanda – Miserável! Desgraçado! Morre infeliz!

Gustavo solta os pertences de Sofia que havia roubado do cofre e cai ajoelhado sangrando. Sofia abre os olhos ainda caída no chão e vê toda a cena de sua jovem irmã matando seu então esposo. Ela chora. Gustavo deita-se já perdendo os sentidos. Amanda está com as mãos e a roupa totalmente ensanguentadas, também chora ao perceber o que acabara de ter feito. Gustavo está morto.

No Aeroporto de São Paulo, Renata e a tia Cora se abraçam:

Renata – Ai tia que saudade...

Cora – Fiquei esperando em Buenos Aires e nada de você aparecer.

Renata – Desculpa, to na construtora agora!

Cora – Agora vim pra ficar!

Renata – Vai morar conosco?

Cora – Sim!

Renata comemora abraçando a tia mais uma vez:

Cora – Como está filha? Que tragédia com a sua mãe... não pude vir antes, meu amor.

Renata – Ah tia tudo bem.... Eu, foi duro pra mim, mas ... vou precisar seguir em frente.

Cora – E o cabeça dura do meu irmão? Casou mesmo com a tal de Isadora?

Renata – Sim! Com direito a Lua de mel em Recife e tudo!

Cora – O que? Eles estão em Recife? O Ernesto deve ter ficado uma fera por eu não ter vindo ao casamento.

Renata – Ah, pode apostar que sim.

Cora – Eu não sou hipócrita pra ir a um casamento que não aprovo... nunca vou aprovar! Uma safadeza dessa. A Sandra, uma mulher digna de respeito e toda a atenção, foi trocada em pouco tempo por outra que mal sabemos de onde veio.

Renata – Hum, quanto a isso tia, nem se preocupe. Depois de amanhã, todo mundo vai saber quem ela realmente é.

Cora fica surpresa com as palavras de Renata.

O tempo passa o dia amanhece e anoitece. O próximo dia chegou, o dia da inauguração do novo edifício da construtora Paes Medeiros:

Renata, Giovana e Genesis desembarcam no Aeroporto Internacional de Recife. Eles entram num táxi e após percorrerem algumas avenidas da cidade admirando a paisagem, finalmente chegam ao Hotel á beira mar no bairro de Boa Viagem, onde ficarão hospedados:

Ernesto e Isadora estão no saguão do Hotel e os recebem:

Ernesto – Olá! Que bom que já chegaram.

Giovanna – Oi!

Genesis – Bom dia!

Eles se cumprimentam:

Isadora – Sejam Bem-vindos!

Giovanna – Obrigada!

Renata abraça o pai:

Renata – Oi pai!

Ernesto – Tudo bem filha? Tudo ótimo!

Renata olha pra Isadora sorrindo:

Renata – Oi Isadora! Como está? Curtindo a Lua de mel?

Isadora encosta a cabeça no ombro de Ernesto:

Isadora – Claro, ao lado do Ernesto fica tudo lindo.

Renata sorri:

Renata – Que bom, assim vocês curtem juntos hoje à noite, a festa de inauguração vai ser maravilhosa!

Isadora e Renata se olham nos olhos:

Bruna está em Lisboa Portugal, ela caminha por uma praça da cidade ao lado de seus pais, Lisa e Romulo Hoffer são eles:

Lisa – Estamos tão felizes por estar aqui conosco.

Romulo – Estávamos com saudade. Não nos mandava mensagem nem respondia as nossas. Estávamos preocupados com você.

Bruna – Peço desculpas, mas... O que aconteceu, foi que vocês pararam de me mandar dinheiro.

Lisa – Queríamos justamente falar sobre isso. Mas você não nos respondia!

Romulo – Você foi assim conosco, afastada. Decidimos te castigar.

Bruna – E me tiraram a grana né legal, tive que fazer coisas terríveis por conta disso.

Lisa fica preocupada:

Lisa – O que?

Bruna – Não, nada não.

Bruna conversa consigo mesma em pensamento:

“ Tive que envolver com o ridículo do Ernesto, ou então ficaria sem grana”

Romulo – Pensamos que você não teria problemas, afinal sua conta no banco nunca ficou zerada.

Bruna – Tá tudo bem gente, desculpas. Vocês são diplomatas, viajam muito e eu nunca gostei disso. Mas, agora eu to numa fase em que preciso muito de vocês.

Lisa e Romulo a abraçam:

Lisa – Pode contar conosco meu amor. Vamos te fazer feliz por aqui tá certo?

Todos sorriem juntos se abraçando.

No Rio de Janeiro, Rick e Ricardo caminham no calçadão de Copacabana, Rick vê em seu celular, a mensagem que Bruna o mandou:

Rick – Sério, ainda não superei essa loucura da Bruna... Tô arrasado, ela me abandonou, foi morar em Lisboa com os pais. E eu gente? Somos unha e carne e agora?

Ricardo – Agora você pode ficar aqui comigo...

Rick – É sério Ricardo, sem ironias.

Ricardo para de caminhar e logo, Rick também para:

Rick – O que foi?

Ricardo – Porque você sempre acha que estou brincando ou com ironias? Eu adoraria de verdade, que aceitasse morar aqui, comigo. Por que não leva isso a sério?

Ricardo volta a caminha e deixa Rick pensativo, pra trás:

Rick vai atrás dele:

Rick – Desculpa, sabe o  que é? Meu trabalho é São Paulo, não posso sair do salão sem mais nem menos.

Ricardo segura um dos ombros de Rick:

Ricardo – Rick, se te quero por aqui... é porque gostei muito de você. Olha, se o salão onde trabalha é o problema, posso acabar com isso. Posso montar um pra você aqui.

Rick fica surpreso:

Rick – O que? Um salão pra mim?

Ricardo – Sim! Pode tornar-se empresário, dono do seu próprio negócio! O que acha?

Rick se emociona e sorrindo abraça Ricardo com força:

Rick – Meu Deus! Obrigado! Muito obrigado.

Rick dá um rápido selinho em Ricardo que fica animado com a reação do companheiro.

Rick – Prometo que vou te fazer muito feliz.

Em Curitiba, Sofia e Amanda estão em casa e conversam com Sandra ao telefone, o celular de Sofia está em viva voz:

Sandra – Mas vocês estão bem?

Sofia – Sim, graças a Deus estamos melhores. Fiquei um pouco preocupada com a Amanda, mas... o ato dela foi por legítima defesa isso já foi comprovado pela polícia.

Sandra – Que bom.

Sofia – Eu fiquei tão revoltada sabe, todo o meu casamento foi uma mentira, tudo por dinheiro.

Sandra – Eu entendo.

Sofia – Uma outra coisa, acabamos descobrindo após a morte do Gustavo.

Sandra – o que foi?

Sofia – Eles são primos!

Sandra – O que?

Sofia – Entregamos tudo a polícia, o pen drive com as fotos e o celular do Gustavo. Eles quebraram o sigilo telefônico e ouviram uma conversa em que eles diziam ser primos.

Sandra fica surpresa:

Sofia – Cuidado! Ela já sabe que você está viva. Ele a avisou nessa conversa.

Sandra diz com segurança e lagrimas nos olhos:

Sandra – Ok, mas ... hoje ela não passa impune. Hoje à noite ela me pagar, ela vai nos pagar por tudo. E eu vou assistir de camarote!

Sofia – Boa sorte dona Sandra!

Amanda – Obrigado dona Sandra, a senhora nos ajudou a livrar nossa família daquele mau caráter.

Sandra – Obrigado a vocês, por tudo. Por terem confiado em mim e me ajudado tanto. Fiquem com deus!

As irmãs encerram a ligação e se abraçam:

Sofia – A gente vai recomeçar. Vamos conseguir.

Sandra olha o horizonte da cidade pela janela do Hotel onde está hospeda. Ela está em Recife. Jose Carlos a abraça por trás:

José Carlos – Tem certeza?

Sandra – Absoluta! Vamos a essa inauguração. Hoje vou colocar abaixo de uma vez por todas, os planos da Isadora!

José Carlos – Você conseguiu os convites?

Sandra – A Renata planejou tudo, ela me deu os convites.

ANOITECE.

Na festa de inauguração do novo arranha céu construído pela construtora Paes Medeiros, pessoas importantes estão presentes: engenheiros, executivos e até mesmo a imprensa. Sandra está sentada a uma mesa junto com José Carlos, ela está bem maquiada e usa uns óculos de armação branca, ela observa Isadora de longe que está sentada na mesma mesa em que Giovanna, Genesis e Renata:

Sandra – olha ela lá Zé!

Renata olha pra Sandra discretamente e as duas sorriem. Ernesto levanta-se e vai ao palco da festa, onde um grande telão está montado. Ele discursa:

Ernesto – Eu na condição de Presidente da construtora Paes Medeiros, tenho orgulho em apresentar a vocês, algo inédito no nosso modelo de arquitetura. Escolhemos Recife pra receber o maior arranha céu já construído por nós. Um ambiente com recursos pra acomodar famílias estruturadas, famílias grandes, famílias que confraternizam, que sorriem. Convido vocês a acompanhar o vídeo de apresentação desse projeto que já saiu do papel e que se dá por realizado a partir de hoje.

Todos aplaudem e Ernesto sai de perto do telão voltando para seu lugar a mesa.

O vídeo demora um pouco pra começar e quando começa. Todos se surpreendem, pois se trata de uma reportagem da época em que aconteceu o sequestro de Sandra no Guarujá.

Ernesto fica sem entender o que está acontecendo, Renata comemora em silencio, Isadora fica nervosa e ofegante:

Isadora – Mas o que é isso Ernesto? Que brincadeira é essa?

Renata – Fica quieta!

Isadora olha pra Renata assustada:

Todos no salão estão pasmos. Logo após a reportagem que explicou como aconteceu o sequestro, entram na tela as fotos de Isadora na cama com Marcelo. Ernesto levanta-se da mesa irado e Isadora enche os olhos de lágrimas sem saber o que fazer.

Isadora – Mas, o que ...

Ernesto – Isadora? O que é isso? Você...

Renata levanta-se gritando:

Renata – Ela era amante dele Pai! Ela armou tudo contra a minha mãe naquela noite. Ela tentou matá-la pra casar-se com você. É Isadora, eu disse, TENTOU, por que você não conseguiu! Minha mãe está viva, ela está viva pai!

Sandra levanta-se e vai em direção a mesa de Ernesto:

Sandra – Ernesto!

Ernesto vira-se e fica de frente pra Sandra:

Ernesto – Sandra?

Sandra – Casou com ela! Como se sente? Você me traiu com essa vagabunda interesseira dentro da minha casa! Me humilhou, achou que estava me enganando, mas eu sabia de tudo. Tenho nojo de você.

Ernesto ouve tudo com lagrimas a cair:

Isadora – Sua porca!

Sandra – Cala boca vadia! Você além de tudo, é uma criminosa, a imprensa está aqui e hoje você só sai daqui se for direto pra cadeia.

Isadora – Eu não tenho nada a ver com aquele sequestro, eu fui uma vítima também!

Sandra dá altas gargalhadas:

Sandra – E tem noites de sexo quente com o sequestrador??? Você é desprezível! Sabe o que agora nesse momento, só o que consigo sentir por você, é PENA!

Sandra vai pro meio do salão e grita:

Sandra - Essas fotos, não são montagem não gente! Elas foram encontradas em um pen drive lá Curitiba na casa do primo da Isadora. Esse pen drive já está com a polícia do Paraná.

Isadora chorando, coloca as mãos sobre a cabeça lamentando o vacilo de Gustavo. Ela tem um ataque de fúria e vira algumas mesas:

Isadora – Ah!!!! Desgraçada! Miserável! Infeliz!

Ela se aproxima de Sandra gritando:

Isadora – Vocês são uns bostas! Familiazinha ridícula! Vocês se merecem, bando de estrume. Sua sonsa você vai morrer agora!

Isadora parte pra cima de Sandra, elas se agarram por alguns instantes:

Isadora – Desgraçada!

Renata – tira ela, tira essa vagabunda de cima da minha mãe!

A gritaria toma conta do local. Alguns homens separam a briga:

Isadora – Porca! Eu vou acabar com você!

Jose Carlos e Renata, abraçam Sandra. A polícia chega e pega Isadora:

Isadora – Não, não, me larguem, eu não tenho nada a ver com isso, é tudo mentira!

Os policiais levam Isadora pra fora, colocam algemas e a posicionam dentro da viatura:

Isadora – Vocês estão cometendo um erro!

Enresto se aproxima de Sandra emocionado:

Ernesto – Sandra, eu... por favor, me desculpe.

Sandra chora:

Sandra – Não me dirija a palavra! Vai atrás da sua mulher, vai lá ver uma forma de triá-la da cadeia!

Ernesto olha pra José Carlos:

Ernesto – Quem é esse cara?

Renata – Pai, por favor. Isso não é mais do seu interesse. Entre você e ela acabou tudo, você acabou tudo!

Renata e Jose Carlos tiram Sandra do local. Ernesto fica desolado observando a destruição ao seu redor.

O tempo corre. UM ANO DEPOIS...

Ernesto está com sua irmã Cora na sala de estar da casa dos Paes Medeiros:

Ernesto – Como será que ela está?

Cora – Quem?

Ernesto – A Isadora!

Cora – Ah... você ainda se preocupa com aquela mulher? Depois de tudo o que ela fez?

Ernesto – Eu, não consigo odiá-la!

Cora – Você é muito diferente dos outros, pois eu, peço a Deus que ela passe muitos e muitos anos na cadeia.

Ernesto fica pensativo.

Sandra e José Carlos estão no jardim da nova casa onde vão morar, junto com eles estão Renata e Eduardo:

Sandra – Não é linda filha?

Renata – Maravilhosa!

José Carlos – Vamos traçar uma nova história aqui.

Sandra – Vamos sim!

Sandra e José Carlos se beijam:

Renata – Não adianta, vocês não nos fazem inveja! Também vamos casar!

Sorrindo, Eduardo e Renata mostram os anéis de noivado em seus dedos e se abraçam. Todos sorriem juntos. De longe, encostado no portão da casa está um homem a observar a felicidade deles. O tal homem é Danilo, o ex namorado de Renata, ele estava preso e agora está livre, penetra o olhar em Renata e Eduardo com ódio.

Alguns instantes se passam, na Penitenciária feminina onde Isadora está presa, ela joga baralho do lado de fora com algumas colegas. Uma agente penitenciária se aproxima e avisa:

Agente – Isadora Novaes!

Isadora olha pra agente:

Agente – Tem visita!

Isadora fica intrigada. Já na sala de visitas ela senta se em frente ao tal visitante e não o conhece:

Isadora – Quem é você?

O homem que a visita é Danilo:

Danilo – Isadora Novaes?

Isadora – Quem é você cara?

Danilo – Eu... sou o ex namorado da Renata Paes Medeiros!

Isadora fica surpresa e passa a ouvi-lo com atenção:

Danilo – Ela me abandonou, me colocou na cadeia e eu quero vingança. Não vou conseguir sozinho, então... pensei que você também deve querer uma revanche. O que acha?

Isadora abre um sorriso de canto de boca comemorando e concordando.



FIM DO EPISÓDIO

TODOS EPISÓDIOS