18

NOVELAS

ANTES DO FIM

SEM TEMPORADAS

COMPLETO


Com a vida arruinada, por uma desconhecida, Samantha é obrigada a voltar para casa como derrotada, mas o destino lhe confere a chance de dar o troco e sentir o doce sabor da vingança. Conheça a história de Samantha e Laura, duas mulheres diferentes que partilharão a mesma vida.

Tiago Machado
AUTOR

10. DÉCIMO CAPÍTULO

Na saída do hospital Laura chamou um taxi. Ela acomodou Bernardo no banco de trás para que ele pudesse esticar a perna. Ela foi ao banco da frente onde poderia conversar por mensagem com Lorenzo.

—Eu quero ligar para a Samantha para avisar que eu estou indo para casa.

Laura vira para poder ver Bernardo e diz:

— Eu tenho certeza que ela está te esperando como sempre. Ela é muito devotada a você.

Laura vira para frente e fala em português.

— Você vai ter uma linda surpresa. Corno!

Lorenzo usou as chaves para abrir a portaria e a porta do apartamento. Ao entrar ele foi até o quarto onde Samantha estava deitada. Carmem o informara que a dose de sonífero que ela dera era pequena e que em pouco tempo Samantha acordaria.

Lorenzo começou a despir Samantha, ela possuía o corpo perfeito. Seus seios fartos, cintura fina e uma nádega dura, redonda e empinada. Ele tinha quer ser rápido e colocar o plano em prática, mas o desejo o invadiu ele sentiu seu corpo reagir. Samantha estava nua e Lorenzo se despiu e deitou ao lado dela. Seus olhos esquadrinharam o corpo nu de Samantha, Lorenzo se aproximou e colocou a boca sobre um dos mamilos e sugou.

O taxi parou e Laura prontamente ajudou Bernardo a sair do carro. Na entrada do prédio Bernardo vira para Laura e dispara:

— Não precisa subir comigo, você já fez muito. Obrigado.

— Eu não posso deixar você subir sozinho. Já estou aqui mesmo.

Bernardo deu de ombros e caminhou apoiando-se nas muletas até o elevador, ele se posicionou e Laura parou ao seu lado. O luminoso do elevador indicava os andares. Bernardo colocou as chaves na porta e girou. Lorenzo ouviu o estalido da porta e puxou Samantha para mais perto de si e fechou os olhos.

Bernardo entrou e chamou pela esposa, Laura ficou parada observando todo o desenrolar da trama. Bernardo causticou até a cozinha e o silencio permanecia. Quando ele foi até o quarto ele se deteve e ficou observando a cena. Samantha dormia tranquilamente nos braços do amante. Bernardo largou as muletas que fizeram um barulho estridente ao tocar o chão, Lorenzo levantou a cabeça e ao ver Bernardo parado saltou da cama tapando o corpo nu.

Aos poucos Samantha foi recobrando os sentidos e analisou o ambiente a sua volta. Ao ver Laura ela pensou em protestar, mas ao ver Bernardo no chão, ela conteve o protesto. Samantha sentou na cama e cobriu o corpo nu com o lençol.

Bernardo estava cego pela raiva e foi com tudo para cima de Lorenzo, mas por conta da perna machucada caiu no chão. Laura veio ao seu encontro e o ajudou a se levantar. Lorenzo aproveitou a deixa e deixou o quarto.

— Ich kann nicht glauben, dass du das mit mir gemacht hat.

— Fica calmo Bernardo.

— Bernardo? Eu não sei o que está acontecendo. Eu não sei como esse cara veio parar aqui.

Bernardo abriu a boca para falar, mas conteve as palavras, então Laura disse.

— Não seja hipócrita. Tinha um homem nu na sua cama e você diz que não sabe o que ele estava fazendo?

— Que absurdo é esse? Eu estava sozinha.

— Eu também vi Samantha. Quando eu cheguei você estava dormindo nos braços dele.

Lorenzo pegou sua roupa e deixou o apartamento o mais rápido que pode. Laura ajudou Bernardo a se sentar no sofá na sala. Samantha vestiu uma roupa qualquer e foi conversar com Bernardo.

— Amor eu nunca faria uma coisa dessas com você.

Bernardo olhou para Samantha e disse:

— Não faria mais fez. Eu tenho nojo de você. Sai da minha frente.

— Bernardo eu nunca vi aquele homem.

— Então quer dizer que você, agora, dorme com qualquer um?

— Bernardo, por favor.

— Eu acho melhor eu sair daqui e deixar você em paz. Laura me ajuda a sair daqui?

Laura estendeu a mão para Bernardo se apoiar e caminhou com ele em direção a porta. Samantha estava atônita, ela não fazia ideia do que acontecera por mais que ela tentasse, ela não encontrava uma explicação.

Bernardo se acomodou num quarto no mesmo hotel onde Laura estava hospedada e depois de se certificar que ele estava bem, ela foi para o quarto encontrar com Lorenzo que a esperava.

— Você foi incrível hoje.

— Foi muito difícil resistir a aquela mulher. Que corpo incrível.

— Quer dizer que você gostou dela?

— Muito.

— Quando o Bernardo largar dela, ela pode ser toda sua.

— E você vai me trocar por ele?

— Nossa relação é apenas negócios. Eu vou precisar de você, ainda. Agora nós vamos comemorar.

Samantha permaneceu sentada no sofá pensando em todas as coisas que aconteceram. O visor no celular indicava o número de chamadas que ela tinha feito para Bernardo e ele não respondeu a nenhuma delas.

No outro dia Laura marcou um almoço com Carmem. A doutora estava elegantemente vestida e fumava um cigarro em uma das mesas do lado de fora do restaurante reservadas para fumantes. Ao avistar Laura ela balançou a mão no ar.

— Como sua pele está ótima Laura. Sinal que você fez muito sexo noite passada.

— Como você é indiscreta Leona.

— Você não deve me chamar assim. Agora eu sou Carmem, uma respeitada médica alemã.

— Obrigada pela ajuda ontem. Tudo correu melhor que o esperado.

— Uma ajudinha pelos velhos tempos.



FIM DO CAPÍTULO

TODOS CAPÍTULOS